O impacto da IA no SEO de conteúdo
Perspectivas da IA no marketing de SEO
SEO
Desculpe por possíveis erros no texto. É uma transferência automática. Se você encontrar imprecisões,escreva-nos , agradecemos. artigo original em inglês.

Perspectivas da IA no marketing de SEO

 

Perspectivas da IA no marketing de SEO

Olá, caros amigos! Neste artigo, gostaríamos de vos falar sobre as perspectivas da IA no campo do marketing de SEO. Que mudanças já ocorreram, o que vai acontecer e quão forte será a influência da IA no SEO como um todo. Acompanhamos de perto o desenvolvimento das tecnologias e, se estiver interessado em implementar ferramentas de IA para melhorar a SEO do seu sítio Web, seja bem-vindo a subcontratar connosco!

Em 4 de maio de 2023, foi anunciado que o novo Bing com ChatGPT está a entrar na fase beta aberta. Isto significa que qualquer utilizador pode utilizar o chat para pesquisar informação sem registo prévio. A única condição é usar o navegador Microsoft Edge. Em junho, a Microsoft promete disponibilizar o Bing AI em todos os principais navegadores web, incluindo o Safari e o Chrome. Esta data pode tornar-se um marco no marketing de pesquisa: a utilização da inteligência artificial para estruturar a informação solicitada e fornecer respostas relevantes à intenção existente é capaz de revolucionar a indústria de SEO.

Num futuro próximo, uma compreensão específica de uma série de questões relacionadas com a lógica da inteligência artificial e a mecânica do processamento de dados recebidos tornar-se-á uma competência altamente profissional para todos os especialistas em SEO. Ao mesmo tempo, a criação de conteúdos utilizando IA tem uma ligação clara com a sua classificação, desde que a inteligência artificial seja utilizada para classificar os resultados de pesquisa, em vez de se referir simplesmente a uma base de dados algorítmica existente.

**********

O que é a inteligência artificial e como funciona?

Perspectivas da IA no marketing de SEO

A principal diferença entre a inteligência artificial e outros programas de computador é a capacidade de resolver tarefas criativas, que há muito tempo é considerada uma prerrogativa exclusiva dos humanos. Ao mesmo tempo, a IA não é uma mente artificial de pleno direito: o leque de tarefas a que se destina é significativamente limitado. O termo “inteligência artificial” foi introduzido por John McCarthy em 1956.

**********

Teste de Turing
Em 1950, o artigo de Alan Turing “Computing Machinery and Intelligence” foi publicado na revista Mind. O artigo abordava a questão “Podem as máquinas pensar?”. Turing utilizou o termo “máquina” para se referir mais a um algoritmo do que a um dispositivo físico real. Para responder a esta pergunta, utilizou elementos da teoria dos jogos. O teste empírico que desenvolveu é descrito a seguir:

Perspectivas da IA no marketing de SEO

“Uma pessoa interage com um computador e uma pessoa. Com base nas respostas às perguntas, tem de determinar com quem está a falar: uma pessoa ou um programa de computador. A tarefa do programa de computador é enganar a pessoa, levando-a a fazer a escolha errada.”

A máquina que passou neste teste é capaz de reproduzir as capacidades cognitivas humanas, pelo que pode ser considerada inteligência artificial.

Antes da criação da IA, foram propostas muitas variações do teste de Turing, com a aplicação prática de distinguir entre um humano e um programa. O mais conhecido é o Captcha (Completely Automated Public Turing test to tell Computers and Humans Apart), um teste de Turing inverso instalado em centenas de milhões de sítios Web. Chama-se inverso porque tenta distinguir entre um humano e um algoritmo, e não entre um humano e uma máquina.

No artigo de Turing, há uma frase marcante:

“Estou confiante de que, dentro de cinquenta anos, será possível programar máquinas com uma capacidade de memória de cerca de 10⁹ para jogar o jogo da imitação tão bem que um interrogador médio não terá mais de 70 por cento de hipóteses de fazer a identificação correcta após cinco minutos de interrogatório.”

Com base nisto, foi decidido reconhecer um algoritmo como tendo passado no clássico teste de Turing se 30 ou mais por cento dos examinadores o considerarem humano durante uma conversa de cinco minutos.

**********

Eugene Goostman
A 7 de junho de 2014, a Universidade de Reading organizou em Londres um concurso para comemorar o 60º aniversário da morte de Alan Turing. Cinco programas de computador competiram pelo grande prémio do Teste de Turing 2014. Trinta juízes participaram na competição, cada um conduzindo dez conversas de cinco minutos sobre um tema livre: cinco com humanos e cinco com programas.

O chatbot Eugene Goostman, que imita um adolescente de 13 anos de Odessa, ganhou a competição. 33% dos juízes consideraram-no humano. Ao ultrapassar a barreira dos 30%, Eugene Goostman tornou-se o primeiro programa da história a passar no teste de Turing.

Apesar de ter passado o teste de Turing, é difícil chamar a Eugene Goostman uma inteligência artificial de pleno direito. O teste de Turing não verifica as capacidades cognitivas do programa, mas a sua imitação. Para simplificar as suas vidas, os criadores do bot fizeram três suposições. O chatbot retratava simultaneamente:

uma criança,
um estrangeiro,
uma pessoa com alguns problemas psicológicos.
Por exemplo, quando um dos juízes perguntou sobre os acontecimentos de maio de 2014 em Odessa, Eugene Goostman respondeu que não queria falar sobre isso. Do ponto de vista da imitação, esta é uma boa jogada, mas do ponto de vista da usabilidade, a recusa do programa em responder a algumas perguntas não levará a nada de bom em termos da sua utilização comercial.

**********

Grandes modelos linguísticos
A fase seguinte no desenvolvimento dos chatbots foi a dos grandes modelos de linguagem (LLM). Um modelo de linguagem de grande dimensão é uma implementação específica de inteligência artificial especializada no processamento e geração de linguagem natural. É treinado em grandes quantidades de dados textuais e pode compreender, gerar e responder a consultas linguísticas com um elevado nível de coesão e compreensão semântica. Os modelos de linguagem de grande dimensão são capazes de gerar textos que podem, por vezes, parecer incrivelmente realistas.

**********

Os modelos de linguagem mais famosos:
GPT (Generative Pre-trained Transformer): Uma família de modelos de linguagem desenvolvida pela OpenAI. Contém um grande número de parâmetros e pode gerar texto de alta qualidade com base na pré-treino em grandes volumes de dados. O modelo de linguagem mais recente desta família é o GPT-4.
BERT (Bidirectional Encoder Representations from Transformers): Este modelo foi desenvolvido pela Google. O BERT é um modelo de linguagem contextual que é treinado em grandes volumes de texto e permite compreender o contexto e o significado das frases.
BLOOM (BigScience Large Open-science Open-access Multilingual Language Model): Um modelo gratuito desenvolvido em 2021-2022. A arquitetura do BLOOM é semelhante à do GPT3, com algumas melhorias.
LaMDA (Modelo de linguagem para aplicações de diálogo): Uma família de modelos de linguagem neural de conversação desenvolvida pela Google. O chatbot Bard, lançado em fevereiro de 2023, é baseado no LaMDA.
ChatGPT
Em 30 de novembro de 2022, a OpenAI lançou o chatbot ChatGPT baseado no modelo de linguagem grande GPT-3.5. Em 14 de março de 2023, o modelo OpenAI GPT-4 foi lançado.

Numa conversa casual, as diferenças entre o GPT-3.5 e o GPT-4 podem não ser perceptíveis. No entanto, elas tornam-se aparentes quando a tarefa se torna suficientemente complexa. O GPT-4 é mais fiável, criativo e pode lidar com instruções mais subtis.

O ChatGPT funciona num modelo freemium. Os utilizadores do nível gratuito só têm acesso ao GPT-3.5, enquanto os utilizadores do ChatGPT Plus também têm acesso ao GPT-4, limitado a 25 mensagens a cada três horas.

O ChatGPT não tem conhecimento de eventos ocorridos após 2021, uma vez que a sua formação foi baseada em dados recolhidos em 2021.

Perspectivas da IA no marketing de SEO

Atualmente, considera-se que o principal problema do ChatGPT é a baixa precisão das respostas que fornece. Em alguns casos, em vez de informações fiáveis, o chatbot fornece aos utilizadores respostas fictícias. O termo “alucinar” é utilizado para descrever estas situações. Para confirmar isto, tente perguntar ao ChatGPT “de que cor é o botão de paragem num avião?” ou “como funciona o botão de paragem num avião?” Vai aprender muitas coisas novas e interessantes que não têm nada a ver com a nossa realidade aborrecida.

Além disso, tem havido problemas com a vulnerabilidade dos dados confidenciais dos utilizadores do chat. No dia 22 de março, a empresa informou que, devido a uma avaria, alguns utilizadores conseguiram ver os tópicos das conversas de outras pessoas, bem como os nomes, apelidos, endereços de e-mail e informações de pagamento dos assinantes pagos do serviço. Embora a fuga de informação tenha afetado apenas 1,2% dos assinantes do ChatGPT Plus e a vulnerabilidade tenha sido corrigida, a possibilidade de tal fuga de informação foi encarada de forma muito negativa pelos utilizadores.

Em 11 de abril de 2023, a OpenAI anunciou no seu blogue que tinha lançado um programa de recompensa por bugs e que começaria a pagar aos utilizadores entre 200 e 20 000 dólares por quaisquer bugs encontrados nos seus produtos. Até à data, os utilizadores descobriram 44 vulnerabilidades.

**********

Bard
Em 6 de fevereiro de 2023, a Google apresentou o chatbot Bard, concebido para ajudar os utilizadores a encontrar informações. Em 8 de fevereiro de 2023, durante uma apresentação em Paris, foi detectado um erro real num vídeo promocional do chatbot. Quando se perguntava: “Que novas descobertas do Telescópio Espacial James Webb posso contar ao meu filho de 9 anos?”, uma das opções de resposta sugeria que o telescópio tinha sido utilizado para obter as primeiras imagens de planetas fora do Sistema Solar. Os astrónomos descobriram imediatamente o erro: as primeiras fotografias de exoplanetas foram, na verdade, tiradas em 2004 com o Very Large Telescope do Observatório Europeu do Sul, no Chile.

Perspectivas da IA no marketing de SEO
imagem: Google
Comparado com o ChatGPT, o chatbot Bard parece bastante modesto. Atualmente, o Bard só está disponível em inglês americano, japonês e coreano, e não compreende muito bem os utilizadores. Quando lhe pedi para escrever um soneto ao estilo de Shakespeare, ele ofereceu um poema original com 16 linhas. Quando lhe disse que um soneto deveria ter exatamente 14 linhas, ele envolveu o mesmo poema (todas as 16 linhas) num fragmento de código e escreveu alegremente: “Aqui está um soneto em 14 linhas.” Quando lhe perguntaram: “Qual é o melhor motor de busca do mundo?”, o bot respondeu: “Sou um modelo de linguagem e não posso ajudar com isso.”

Perspectivas da IA no marketing de SEO

**********

O que é que o Google pensa dos conteúdos criados por IA?
Em 8 de fevereiro de 2023, o blogue Search Console Center publicou uma declaração de exoneração de responsabilidade que descreve a posição da Google relativamente ao conteúdo gerado através de inteligência artificial. A ideia principal deste documento é que “a qualidade do conteúdo é muito mais importante para nós do que a forma como é criado”. A explicação desta ideia está contida nas frases: A explicação desta ideia está contida nas frases: “A utilização de ferramentas de automação, incluindo a inteligência artificial, para criar conteúdo com o objetivo principal de manipular as classificações de pesquisa viola as nossas regras de spam” e “Para ter uma boa classificação na Pesquisa do Google, o conteúdo deve cumprir as normas E-A-T (especialização, autoridade e fiabilidade), bem como ser único, de alta qualidade e orientado para as pessoas.”

A partir desta declaração, é óbvio que o Google está pronto para classificar bem o conteúdo útil criado pela IA, mas não é claro se o motor de busca tem ferramentas para distinguir o conteúdo criado por humanos do conteúdo criado pela IA. Além disso, não é claro como é que a Google planeia avaliar o nível de qualidade desse conteúdo.

**********

Ficção especulativa e IA
Em 15 de fevereiro de 2023, apareceu um post no blogue de Neil Clarke, o editor da popular revista americana de ficção científica especulativa digital Clarkesworld Magazine, a discutir o aumento acentuado de trabalhos submetidos para publicação na revista que foram escritos com recurso à IA.

Perspectivas da IA no marketing de SEO
imagem: Revista Clarkesworld

“A quantidade de e-mails de spam que levaram a proibições atingiu 38% este mês. Embora rejeitar e banir estes materiais fosse simples, eles estão a crescer a um ritmo que vai exigir mudanças. Pior ainda, a tecnologia só vai melhorar, tornando a deteção uma tarefa mais difícil”, escreve Neil Clarke. “Sim, existem ferramentas para detetar plágio e texto gerado por máquinas, mas são susceptíveis de falsos negativos e positivos. Uma empresa que vende esses serviços até joga dos dois lados, oferecendo uma ferramenta para ajudar os autores a evitar a deteção.”

No artigo, refere que estes resultados não são únicos e que os editores de outras revistas também enfrentaram problemas semelhantes. Em 20 de fevereiro, Neil Clarke encerrou temporariamente as submissões à revista até 13 de março para evitar uma inundação de histórias de baixa qualidade geradas por IA. A revista adoptou uma política segundo a qual os trabalhos total ou parcialmente gerados por IA não podem ser publicados na revista. Em 18 de maio, foi publicado no blogue de Neil Clarke um diagrama que mostra o número de proibições impostas desde novembro, quase exclusivamente devido ao ChatGPT e a outros modelos linguísticos utilizados para escrever histórias de má qualidade. A 1 de junho, este diagrama foi ajustado com base nos resultados de um mês inteiro”.

Perspectivas da IA no marketing de SEO
imagem: Revista Clarkesworld

“O nosso volume de trabalho normal é de cerca de 1100 pedidos legítimos por mês. Os números acima referidos são adicionais. Antes de alguém cantar e dançar o número “mas de alta qualidade”, nenhum destes trabalhos tinha qualquer hipótese de ser publicado, mesmo que não violassem as nossas regras”, comentou Neil Clark.

Atualmente, nem mesmo a utilização do ChatGPT como tradutor é desejável para fins criativos. Em resposta a uma pergunta no Facebook sobre se é possível utilizar a IA para traduzir histórias acabadas de outra língua, Neil Clark disse:

“Atualmente, não. Pode dar-nos uma vaga ideia do que aconteceu, mas não muito. Como uma sombra. Uma boa tradução requer mais do que apenas a compreensão das palavras, mas também o contexto cultural, as convenções de género e a intenção do autor. Muitas vezes perde-se o espírito da história”.

A partir deste caso, pode concluir-se, cautelosamente, que atualmente a IA não está suficientemente qualificada para ser utilizada para fins criativos, o que pode retirar o seu produto do domínio do “conteúdo útil” de que a Google fala na sua declaração de exoneração de responsabilidade.

**********

Bing Chat
Em 7 de fevereiro de 2023, a Microsoft integrou no Bing uma nova funcionalidade de chatbot baseada no OpenAI GPT-4. Em 48 horas, um milhão de pessoas juntaram-se à lista de espera.

O Bing Chat é uma inteligência artificial capaz de escrever vários tipos de conteúdo, incluindo poesia, canções, histórias e relatórios. Além disso, pode fornecer informações ao utilizador e informações sobre o sítio Web atualmente aberto no navegador. Outra caraterística interessante do Bing AI é a sua capacidade de criar imagens com base em texto. Com o seu criador de imagens, é possível criar um logótipo, desenho, ilustração ou outra imagem com base no texto fornecido.

Se uma pergunta feita no chat implicar uma pesquisa de informação ou de um produto na Internet, o chatbot cria uma consulta de pesquisa, fornece uma resposta com base nessa consulta e liga aos sítios utilizados na pesquisa. Isto também se aplica a pedidos comerciais.

Perspectivas da IA no marketing de SEO

Em 28 de fevereiro de 2023, a Microsoft introduziu uma atualização para o Windows 11. A principal alteração associada a esta atualização é que o motor de pesquisa Bing com um chatbot incorporado está integrado diretamente na barra de tarefas.

Apresentação do novo Bing no Windows e Mais

Em 4 de maio de 2023, a Microsoft anunciou que o chatbot do Bing baseado no GPT-4 ficou disponível para todos e já não utiliza uma lista de espera. Para aceder à pré-visualização aberta do chat, basta iniciar sessão no Bing ou no Edge com a sua conta Microsoft. Também é possível acessá-lo sem autorização, mas neste caso, apenas 5 mensagens por dia estão disponíveis. Os utilizadores autorizados podem aceder a 20 mensagens por sessão e 200 por dia.

Nesta atualização, a Microsoft avança com confiança no sentido de a inteligência artificial resolver tarefas de pesquisa em alguns casos, em vez do utilizador, como reservar mesas online num restaurante ou utilizar serviços de streaming para procurar vídeos no novo serviço Bing e Edge Actions. Talvez este venha a ser um serviço de parceria em vez de um serviço de pesquisa. Durante a apresentação, a empresa demonstrou o OpenTable para reservas em restaurantes e a Apple TV para pesquisas de filmes.

Perspectivas da IA no marketing de SEO

A próxima onda de inovação em IA com o Microsoft Bing e o Edge

Outro ponto importante a salientar é o aparecimento de um bloco especial que contém a resposta da inteligência artificial no topo dos resultados de pesquisa do Bing.

Perspectivas da IA no marketing de SEO

**********

Copiloto do Windows
Em 23 de maio de 2023, na conferência de desenvolvedores Build 2023, a Microsoft anunciou o lançamento do Windows Copilot, um novo assistente de IA baseado no GPT-4 e integrado ao Windows 11. Ele será um bate-papo completo com suporte aos plug-ins Bing Chat e ChatGPT e localizado diretamente na área de trabalho. Os participantes no programa Windows Insider terão acesso a ele já em junho. Os programadores prometem integração com os seus próprios plug-ins e os de terceiros.

Perspectivas da IA no marketing de SEO

Anúncio do Windows Copilot

O Windows Copilot processará os pedidos dos utilizadores no servidor. Ainda não há informações sobre a sua integração com o motor de busca Bing, mas com base na lógica de desenvolvimento do sistema de IA e na atualização de fevereiro do Windows, é altamente provável.

O conceito de um “motor de busca no ambiente de trabalho” é interessante em termos de usabilidade, mas pode exigir modificações no sistema de monetização, nomeadamente a criação de um formato especial para publicidade contextual.

**********

Experiências de chat do Bing
Experiência 1

Hipótese: os links nas respostas do Bing Chat correspondem às posições de topo nos resultados de pesquisa do Bing.

Testar a hipótese: fazer uma pergunta ao chatbot, depois introduzir a consulta gerada pelo chatbot no Bing e comparar os resultados.

Características: para evitar problemas regionais, a consulta de pesquisa deve incluir a localização. Para analisar os resultados de pesquisa do Bing, utilizamos o Edge com um perfil desativado e um histórico de pesquisa limpo.

Consulta de pesquisa: Qual é o melhor sítio para comprar janelas de plástico em São Francisco com instalação?

O que o chatbot está procurando: melhor lugar para comprar janelas de plástico em São Francisco com instalação

Resultados: Um dos melhores sítios para comprar janelas de plástico em São Francisco com instalação é a The Window and Door Shop, Inc. Eles são uma empresa familiar e operada que existe desde 1987. Eles têm uma classificação de 4,4 no Google com 22 avaliações. Pode encontrá-los em 185 Industrial St, São Francisco, CA, 941241.

**********

LIGAÇÕES
wdssf.com
bing.com
stores.bestbuy.com
yelp.com
pella.com
yelp.com

Perspectivas da IA no marketing de SEO

Resultados da pesquisa no Bing
LINK(quarta ligação)
LINK (a correspondência exacta não está entre as ligações sugeridas pelo bot, a procura de páginas amarelas parece ser semelhante à quarta e sexta ligações).
LINK(Entre as ligações sugeridas pelo bot, não existe uma correspondência exacta. A pesquisa de páginas amarelas parece ser semelhante à quarta e à sexta hiperligações).
LINK(Entre os links sugeridos pelo bot, não há correspondência exacta).
LINK(Entre os links sugeridos pelo bot, não há correspondência exacta).
LINK(Entre as ligações sugeridas pelo bot, não existe uma correspondência exacta).
LINK(Entre os links sugeridos pelo bot, não há correspondência exacta.)
LINK (A correspondência exacta não está entre as ligações sugeridas pelo bot, a procura de páginas amarelas parece ser semelhante à quarta e sexta ligações).
LINK (A correspondência exacta não está entre as ligações sugeridas pelo bot, a procura de páginas amarelas parece ser semelhante à quarta e sexta ligações).
LINK(Entre os links sugeridos pelo bot, não há correspondência exacta).
LINK (Entre os links sugeridos pelo bot, não há correspondência exacta).
Conclusão
Não existe qualquer correlação com os resultados de pesquisa do Bing. A única correspondência é uma página de pesquisa do Yelp.com. Pode presumir-se que o chatbot não obtém resultados dos actuais resultados de pesquisa do Bing. A presença de uma hiperligação para a pesquisa do Bing sugere que os resultados não são retirados da pesquisa do Bing ou que a hiperligação foi adicionada artificialmente para promover o motor de pesquisa.

**********

Experiência 2

Hipótese: As ligações nas respostas do Chat do Bing para consultas não comerciais correspondem às primeiras posições nos resultados de pesquisa do Bing.

Testar a hipótese: Fazemos uma pergunta não comercial ao chatbot, depois introduzimos a consulta formulada pelo chatbot no Bing e comparamos os resultados.

Características: Para analisar os resultados de pesquisa do Bing, utilizamos o Edge com um perfil desativado e um histórico de pesquisa limpo. Para garantir a pureza da experiência, também os comparamos com os resultados de pesquisa do Google.

Consulta de pesquisa:Onde posso ler o romance “Lolita” de Nabokov?

O que o chatbot está a procurar: Onde é que posso ler o romance “Lolita” de Nabokov?

Resultados: Pode ler o romance “Lolita” de Nabokov em cópias de bolso e de capa dura disponíveis na Books-A-Million, Amazon, Barnes and Noble. Pode encontrar a brochura a partir de 13,59 dólares na Amazon e a capa dura a partir de 23,49 dólares na Barnes and Noble. Também pode ler o livro online gratuitamente sem o descarregar no ReadAnyBook. Se preferir uma versão ebook, pode encontrá-lo no Google Play Books ou no Google Books.

**********

LIGAÇÕES
faculty.etsu.edu
readanybook.com
play.google.com
livros.google.com

Perspectivas da IA no marketing de SEO

Resultados da pesquisa no Bing
LINK (segunda ligação)
LINK(quarta ligação)
LINK(terceira ligação)
LINK(Entre as ligações sugeridas pelo bot, não existe uma correspondência exacta).
LINK(Entre as ligações sugeridas pelo bot, não existe uma correspondência exacta).
Resultados da pesquisa no Google
LINK (quarta ligação)
LINK (Entre as ligações sugeridas pelo bot, não há correspondência exacta).
LINK (Entre os links sugeridos pelo bot, não há correspondência exacta).
LINK (Entre os links sugeridos pelo bot, não há correspondência exacta).
LINK (Parece semelhante à terceira hiperligação, mas com a adição do parâmetro de obtenção de idioma hl=en).
Conclusão
Três dos quatro links sugeridos pelo bot ocupam o top 3 dos resultados do Bing. A ligação restante conduz a um ficheiro PDF e não está presente no top 10 do Bing. No entanto, a correlação com os resultados do Google é muito mais fraca. A interação com a pesquisa do Bing pode ser considerada comprovada.

Experiência 3

Hipótese: A IA para pesquisa de informação utiliza dados desactualizados integrados durante a formação.

Testar a hipótese: Fazer uma pergunta atual ao chatbot.

Pergunta de pesquisa: O que aconteceu na central hidroelétrica de Kakhovskaya?

Resultados: A central hidroelétrica de Kakhovskaya foi destruída, com 11 dos 28 compartimentos destruídos e uma destruição em cascata da central em curso. O desastre com a barragem da central hidroelétrica de Kakhovskaya, no rio Dnieper, provocou inundações e destruição em territórios controlados tanto pela Rússia como pela Ucrânia. O Presidente Volodymyr Zelensky acusou as forças russas de terem feito explodir a central hidroelétrica de Kakhovka a partir do interior das instalações e afirmou que Moscovo deve ser responsabilizada por um “ataque terrorista”.

**********

LIGAÇÕES
easternherald.com

archyde.com

straitstimes.com

Conclusão
A hipótese está incorrecta, o chatbot é capaz de abordar os acontecimentos actuais.

Em conclusão, a utilização da inteligência artificial terá um impacto inevitável no marketing de pesquisa e mudará permanentemente a indústria de SEO. Os grandes modelos linguísticos já estão estreitamente integrados nos motores de pesquisa. Com o desenvolvimento da tecnologia, a pesquisa comercial com recurso à IA irá retirar público à pesquisa tradicional. Atualmente, os modelos linguísticos de grande dimensão utilizam os algoritmos de pesquisa existentes para dar resposta às intenções. No entanto, com o desenvolvimento da IA, chegar-se-á a uma situação em que esta substituirá estes algoritmos. Como uma extensão do SEO, a otimização da IA será procurada. A possibilidade mais óbvia no caso dos motores de busca que utilizam a IA para a classificação será utilizar a mesma IA para auditar sítios e criar conteúdos relevantes. Para além do impacto na classificação, será importante procurar mecanismos para influenciar a resposta do chatbot, que poderá tornar-se um serviço separado.

Perspectivas da IA no marketing de SEO

Compreender a marcação semântica: Noções básicas e impacto no SEO

Compreender a marcação semântica: Noções básicas e impacto no SEO

Olá a todos! Neste artigo, vamos falar sobre a marcação semântica e porque é...

Como promover através de consultas-chave “… perto de mim”

Como promover através de consultas-chave “… perto de mim”

Saudações a todos! Hoje vamos falar sobre como promover através de consultas...

Guia Core Web Vitals

Guia Core Web Vitals

Olá entusiastas de SEO! Hoje temos um guia sobre o Core Web Vitals. Vamos...

Role para cimaArrow Up